Aempresária Nadine Gonçalves, mãe do jogador Neymar Júnior, foi acionada na Justiça de São Paulo por um corretor de imóveis que intermediou a venda de uma mansão localizada no condomínio Park Palace, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal 'O Dia', o corretor alega que ele recebeu a mãe do jogador, em julho do ano passado, no Rio, e apresentou a ela o imóvel em questão, que foi anunciado por R$ 14 milhões.

No entanto,  o profissional descobriu que 'Neymar Pai', que administra os bens da família, havia procurado diretamente a 'Primo e Vaz Empreendimentos Imobiliários' e fechado a compra por R$ 13 milhões.  

Para a Justiça, o corretor afirmou que teria direito a receber os 6% sobre o valor registrado da mansão após a compra (R$ 611 mil), mas que corrigidos, já ultrapassaria os R$ 650 mil, já que teria sido 'tirado' da negociação, sem receber por seus serviços.

Na justiça, Nadine teria alegado que o suposto corretor na verdade era um motorista que em algumas ocasiões teria mostrado a ela alguns imóveis, já que ele sabia que ela estava procurando uma nova moradia e que todos os valores, incluindo comissões, foram pagos para a imobiliária que era proprietária do imóvel.

Os advogados de Nadine alegam que, se há alguma responsabilidade pelo pagamento de comissão, seria então da imobiliária, que já teria recebido R$ 13 milhões de reais pela venda. FONTE:Notícias ao Minuto

Deixe seu Comentário